Marcelo Franco era o diretor comercial da Sythex quando ela foi adquirida pelo Grupo Sênior e hoje é gerente nacional de vendas da Sênior. A empresa, que tem 21 anos e é líder no mercado de software e  soluções de gestão de automação, automação de centros de distribuição, de armazenamento e de movimentação de materiais.

Ele explica as vantagens desse sistema e completa que, apesar da crise no Brasil, é o momento de se investir em logística.

Quebeck: Estamos aqui com Marcelo Franco, da Sythex, ele vai nos falar um pouco sobre a história dele como profissional, da própria Sythex e explicar um pouco como as soluções de automação podem colaborar com o dia a dia de armazéns e de outras empresas. Marcelo, gostaria que você se apresentasse e falasse um pouco da história da Sythex, fique a vontade.

Marcelo Franco: Eu sou o Marcelo Franco, trabalho na companhia há 15 anos. Estava como diretor comercial da Sythex e hoje sou gerente nacional de vendas da Sênior. A Sythex, é empresa líder em fornecimento de software e soluções de gestão de automação de movimentação de materiais, e automação de centros de distribuição, depósitos e armazéns. Isso fez com que o mercado passasse a paquerar a Sythex e a gente enxergou que chegou o momento de evoluir essa história de uma forma diferente. Nesses 20 anos a Sythex se tornou a líder no fornecimento de dados, da solução chamada WMS (Warehouse Manager System) […]. A Sythex se mantém como unidade de negócios do grupo Sênior, mas com autonomia de negócios, comercial, de vendas, equipes próprias de vendas, implantação e gestão. A gente espera que, principalmente nesse último modelo de processo e gestão, poder agregar muito aqui, poder trazer toda a metodologia de engenharia, integração de softwares, de processo de empresas grandes para dentro da Sythex. A Sythex dia 21 de abril faz 21 anos, a Sênior dia 30 de abril faz também 21 anos.

Q: Legal! Bela história. E a Sythex atende empresas dos mais diversos tamanhos? Em que áreas?

M: A Sythex hoje atua muito forte, com grandes e médios clientes, e estamos começando a descer a pirâmide pros pequenos, diferente do mercado. Temos liderança nos grandes clientes com as nossas soluções. Atendemos principalmente o segmento de varejo, grandes potências como Magazine Luiza, FastShop, NetShoes, Centauro, Ricardo Eletro, Insinuante, entre outros; indústrias como Hyundai, Cartier, Fiat, etc; grandes operadores logísticos como Tagma, Luft; e distribuidores de todos os segmentos. 

Q: . Você falou um pouquinho sobre os serviços… Queria que você ampliasse um pouco mais isso. Quais são os principais serviços que a Sythex oferece?

M: Então, as nossas soluções, de um modo geral, são soluções de gestão. E de modo especialista são soluções de gestão de logística. Mais especialista ainda, somos líderes no mercado de soluções no segmento de gestão de logística de movimentação de materiais, seja de produtos acabados para distribuidores ou de matéria prima para indústrias. Isso é o que a gente chama de WMS (Warehouse Manager System). 

Q: E quais são os principais benefícios de utilizar esses produtos ao invés dos sistemas tradicionais de gestão e logística?

M: Eu fiz uma palestra semana passada onde a principal mensagem é que hoje o Brasil vive uma crise, mas o mercado vive o momento para investir para economizar. Quanto não custa para um cliente enviar um produto errado para o cliente final dele? Quanto não custa uma mão de obra ociosa dentro de um armazém? Então, os principais benefícios são reduzir tempo de armazenagem, aumentar e melhorar a quantidade de separações, reduzir número de pessoas, evitar erros de separação, evitar erros de expedição, evitar erros de envio errado de produtos.

Q: Ou seja, as soluções de vocês visa essa inteligência na otimização de custo operacional e agrega valor a toda prestação de serviços de logística. Melhorando essa entregabilidade, melhorando os índices de performance dessa empresa, seria isso?

M: Isso, perfeito.

Q: Bacana. E quem são os profissionais (os cargos) dentro das empresas que decidem pela compra das soluções Sythex? Quem são as pessoas que ligam para vocês e que se interessam, querem saber sobre, e depois decidem pela compra?

M: A principal porta de entrada tem que ser por Logística, então são os gestores de logística. Não podendo esquecer nem dispensar gerências e diretorias de TI, porque eles não escolhem, mas eles validam as escolhas, então é muito importante também. Mas quem escolhe, geralmente é a gerência e diretoria da logística.

Q: Porque está alí no dia a dia, está vendo a necessidade de melhoria…

M: Sim, é a área de negócios da empresa.

Q: Em relação a isso mesmo, quais as grandes dificuldades que esses profissionais tem em relação ao universo de solução da Sythex? O que faz com que eles se preocupem, suas grandes dificuldades e o que os motiva a buscar essa solução?

M: Os problemas do gestor de logística passa por problemas no nível de serviço, erros de armazenagem, erros de entrada que causam erros na saída, erros de separação que, automaticamente, causam erros de expedição e problemas com a acurácia de estoque, que é a diferença de estoque […]. Você pega grandes clientes como uma Marabrás, Magazine Luiza, com 200 mil metros, eles chegam a ter 300 empilhadeiras rodando, gastando combustível, gastando pneus, gastando peças… Para reduzir esse custo e ter uma boa solução para otimizar a operação dele.

Q: Qual é o momento ideal para uma empresa procurar soluções em WMS?

M: Eu acho que no Brasil, estamos no momento. O Brasil já está atrasado em relação a América do Norte e a Europa. A gente tem estudos através de consultorias americanas que investimos, hoje, para você ter uma ideia, 70% do mercado brasileiro diz que tem soluções de gestão em logística. Só que desses 70%, 40% são sistemas desenvolvidos internamente ou módulos de RP. Sistemas desenvolvidos internamente podem ser feitos até por um estagiário, por um controle de endereçamento. E os módulos de RP são uma coisa que não atendem essa necessidade, é um buscador de produtos, não um WMS. Então, no mercado atual, 40% são especialistas e 30% não tem nada o restante tem algo falho.

Q: Então você está me dizendo que tem 60% do mercado estão ávidos por esse tipo de solução?

M: Isso mesmo.

Q: Legal. Então, uma empresa que está começando suas operações, com 5 anos de operações ou uma empresa com 10 anos de operações…Todas estão nessa métrica?

M: Não há essa métrica. Conta desde a pessoa que tem um armazém até a pessoa que contrata frete para entregas. Todos eles precisam dessa solução. Eu tenho clientes de mais de 20 anos e dois clientes de abril de 2015, que ainda estão construindo os armazéns.

Q: Então, ele já constrói o armazém com toda essa estrutura…

M: Sim, e já compraram o WMS. Então quando ele estiver finalizando o armazém, ele estará também finalizando a implantação do sistema. 

Q: Você já falou um pouco sobre como a Sythex comprova o valor de seus produtos e fica claro que eles são bastante relevantes. Esses números que você comentou da necessidade desse mercado, e como a solução da Sythex atende a todas elas são argumentos fortíssimos, que faz com que o processo de venda seja muito natural.

M: Isso, perfeito.

Q: Bom, então a gente encerra, mas eu queria abrir para você algum comentário, alguma coisa que você acha importante, que a gente acabou não perguntando…

M:  Isso tudo é apenas um pequeno briefing do que a gente conversou, que o slogan que eu venho dizendo para minha equipe comercial, para o Grupo Sênior e para o mercado, que é: “Apesar do momento conturbado do mercado, a logistíca vive um momento de investimento, nós temos que aproveitar esse momento”. A logística vive um momento único, pode ser que essa onda passe em 2 ou 3 anos, ela está investindo porque ela precisa reduzir custos e economizar. Então, vive um momento único e a gente precisa acelerar com vendas, agressividade, que é o que a gente vêm fazendo e contamos com o apoio de parceiros para cumprir as metas.

About Quebeck

A Quebeck é uma consolidada empresa de soluções em automação de processos e controle de dados, atuante desde 1997 em todo território nacional. Traduzimos tecnologia em negócios rentáveis através da consultoria em automação de processos e controle de dados. ;)